sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Agradecendo Cartão de natal

Image and video hosting by TinyPic
 Venho agradecer o presentinho que ganhei,da minha amiga San,que sempre lembra de mim.
Com muita alegria estou postando este cartão de natal, que está lindo! Que Deus continue abençoando e que o ano novo seja de realizações para minha amiga San e todos vocês que passam pelo blog Geração Futuro.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Presentinho que ganhei

Oi pessoal ! cheguei um pouco atrasada para o dia do amigo,mas não podia deixar de agradecer o presentinho que ganhei da minha amiga San, do blog: Ao Toque do Amor.Obrigada amiga, pra mim você é muito especial bjssssss.
Image and video hosting by TinyPic
Image and video hosting by TinyPic


sexta-feira, 22 de julho de 2011

Em todo tempo ama o amigo




O VALOR DA AMIZADE
O homem que tem amigos pode congratular-se; mas há amigo mais chegado do que irmão (Provérbios 18.24).

A amizade é um dos mais belos itens da nossa vida. Vivemos num mundo onde várias facetas da vida são questionadas, mas a amizade não é. Já dizia Anselm Grün "que a amizade não é uma instituição, ela é uma relação voluntária, em que cada um escolhe ao seu gosto e bel prazer".

Sabemos claramente que a amizade necessita de tempo, calma e muita sensibilidade para se desenvolver. Ninguém constrói uma amizade sem investir tempo na outra pessoa. Ninguém começa a ter confiança numa pessoa sem conhecimento e convivência mútua.

Precisamos entender que não podemos fabricar os amigos, eles são os grandes presentes de Deus para o nosso coração.

A amizade é para o sofrimento, para a alegria, para o tempo de dor e de prazer. A amizade é para nos identificar como seres humanos criados a imagem de Deus. A amizade é para desfrutarmos da alegria de viver. Vale lembrar o que disse Agostinho: "Sem amigos nada é agradável na vida".

Através das amizades descobrimos mais sobre o significado do amor de Deus por nós, por meio do seu próprio Filho, Jesus Cristo. Através da amizade tocamos o amor trinitário que flui de maneira profunda entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Os amigos nos fazem voltar para casa e nos sentir tranqüilos e em profunda paz. Os amigos nos fazem sentir à vontade. Os amigos nos ajudam a confessar melhor o que somos e o que desejamos na presença de Deus.

Agradeço por sua amizade

forte abraço e Deus te abençoe.

Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, 13 de julho de 2011

LIVROS EM PDF-DIVULGUEM!PARA NÃO DESATIVAR.




Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que está prestes a ser desativada por falta de acessos. Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente:

· Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ;
· escutar músicas em MP3 de alta qualidade;
· Ler obras de Machado de Assis Ou a Divina Comédia;
· ter acesso às melhores historinhas infantis e vídeos da TV ESCOLA
· e muito mais....



Esse lugar existe!
O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso,basta acessar o site:

http://www.dominiopublico.gov.br/




Só de literatura portuguesa são 732 obras!
Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta situação, divulgando e incentivando amigos, parentes, conhecidos e alunos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.
Divulgue para o máximo de pessoas!
principalmente aos nossos professores e alunos.


Image and video hosting by TinyPic

quarta-feira, 22 de junho de 2011

História da Festa Junina e tradições






História da Festa Junina e tradições
Origem da festa junina, história, tradições, festejos, comidas típicas, quermesses, dança da quadrilha, influência francesa, portuguesa, espanhola e chinesa, as festas no Nordeste, dia de Santo Antônio, São João e São Pedro, as simpatias de casamento e crendices populares, músicas típicas da época, os balões



Origem da Festa Junina
Existem duas explicações para o termo festa junina. A primeira explica que surgiu em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. Outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina.

De acordo com historiadores, esta festividade foi trazida para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal).

Nesta época, havia uma grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e franceses. Da França veio a dança marcada, característica típica das danças nobres e que, no Brasil, influenciou muito as típicas quadrilhas. Já a tradição de soltar fogos de artifício veio da China, região de onde teria surgido a manipulação da pólvora para a fabricação de fogos. Da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em Portugal e na Espanha.

Todos estes elementos culturais foram, com o passar do tempo, misturando-se aos aspectos culturais dos brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.

Festas Juninas no Nordeste

Embora sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na região Nordeste as festas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave, os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer as chuvas raras na região, que servem para manter a agricultura.

Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e geram empregos nestas cidades. Embora a maioria dos visitantes seja de brasileiros, é cada vez mais comum encontrarmos turistas europeus, asiáticos e norte-americanos que chegam ao Brasil para acompanhar de perto estas festas.

Comidas típicas

Como o mês de junho é a época da colheita do milho, grande parte dos doces, bolos e salgados, relacionados às festividades, são feitos deste alimento. Pamonha, cural, milho cozido, canjica, cuzcuz, pipoca, bolo de milho são apenas alguns exemplos.
Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio desta época: arroz doce, bolo de amendoim, bolo de pinhão, bombocado, broa de fubá, cocada, pé-de-moleque, quentão, vinho quente, batata doce e muito mais.

Tradições

As tradições fazem parte das comemorações. O mês de junho é marcado pelas fogueiras, que servem como centro para a famosa dança de quadrilhas. Os balões também compõem este cenário, embora cada vez mais raros em função das leis que proíbem esta prática, em função dos riscos de incêndio que representam.

No Nordeste, ainda é muito comum a formação dos grupos festeiros. Estes grupos ficam andando e cantando pelas ruas das cidades. Vão passando pelas casas, onde os moradores deixam nas janelas e portas uma grande quantidade de comidas e bebidas para serem degustadas pelos festeiros.

Já na região Sudeste são tradicionais a realização de quermesses. Estas festas populares são realizadas por igrejas, colégios, sindicatos e empresas. Possuem barraquinhas com comidas típicas e jogos para animar os visitantes. A dança da quadrilha, geralmente ocorre durante toda a quermesse.

Como Santo Antônio é considerado o santo casamenteiro, são comuns as simpatias para mulheres solteiras que querem se casar. No dia 13 de junho, as igrejas católicas distribuem o “pãozinho de Santo Antônio”. Diz a tradição que o pão bento deve ser colocado junto aos outros mantimentos da casa, para que nunca ocorra a falta. As mulheres que querem se casar, diz a tradição, devem comer deste pão.

Image and video hosting by TinyPic

Pesquisar este blog

Carregando...