domingo, 1 de novembro de 2009

Incentivando a brincadeira

Nossa brinquedoteca(re geração Futuro)

No decorrer da historória da brincadeira,podemos perceber que ainda há muito o que fazer pela educação para que os professores e a escola em geral possam compreender que a brincadeira não é apenas um mecanismo incentivador da educação, mas tambem é um meio de se compreender o desenvolvimento da criança como um todo.



A criança que brinca pode adentrar o mundo do trabalho pela via da representação e da experimentação.Nas últimas décadas, a brincadeira vem sendo discutida e referendada pela perspectiva sociocultural,a qual estabelece que a brincadeira é uma forma de a criança



conhecer a realidade interagindo com o meio em que vive e que,a partir daí, pode-se


concretizar um vínculo com a educação. Essa concepção ainda amedronta parte dos educadores no Brasil, já que a formação a que eles tiveram acesso no curso de mágisterio não
os preparou para compreender a função da brincadeira para o desenvolvimento infantil.

A brincadeira é uma experiência livre para criança e deve ser vivenciada da melhor forma possível, pois é por ela e através dela que a criança desperta suas habilidades mais precisas para um bom desenvolvimento,que a conduzirá durante toda a sua vida.Todos os educadores devem conhecer a brincadeira sob uma perspectiva sociocultural,para,assim, compreender os benefícios que as contribuições possibilitam à educação.O envolvimento da criança no brincar leva a mesma descobrir a si e ao mundo pelo simples ato de brincar,pois demonstrando ação e imaginação,a criança se motiva a alcançar seus objetivos.



No entanto nosso reforço escolar entende que não podemos desistir da valorização desse recurso pedagógico e de seu uso correto por parte dos educadores na escola atual.
Betânia Lima

Um comentário:

zinebrasil disse...

Olá Betânia! Muito bacana as postagens de seu blog, muito informativo, isso é otimo, adorei as fotos de seu Reforço, parabéns ;)

Pesquisar este blog